terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Vida!

Imagem retirada da Internet

A minha vida é maravilhosa. Mesmo quando todos os dias eu acordo cansada, sem vontade, em drama. A minha vida é maravilhosa. Mesmo quando o mundo parece ruir, os caracteres parecem não parar de aumentar, a pilha de jornais cresce, os telefonemas sucedem-se a uma rapidez superior à que eu consigo atendê-los. A minha vida é maravilhosa mesmo - e precisamente - quando mais de metade do meu dia é passada de saltos altos a conhecer pessoas novas.

A minha vida é maravilhosa porque é vida. Sempre. Todo o dia. Porque não sinto, não trago em mim a presença de vidas que se vão apagando, em dor, em sofrimento, em silêncio e solidão que podem ser atrozes. A minha vida é maravilhosa porque a ausência dela não me preenche os dias, tão pouco me acontece como uma coisa natural. A minha vida é maravilhosa porque a única coisa que me morre é a inspiração e a falta de concentração, de tanto cansado acumulado.

A minha vida é maravilhosa. Todos os dias, quando chego a casa e tenho alguém a quem contar o menos maravilhoso que ela me pode ter trazido. Quando a saúde abunda em todos à minha volta. Quando a música me enche os vazios. Quando as letras e as pessoas são aquilo que me move.

A minha vida é maravilhosa. E se eu não me convenci disso ainda, preciso de ler este texto todos os dias. E recordar, sempre, a conversa maravilhosa que tive com a S. na passada sexta-feira. Uma surpresa. Uma miúda, também ela, maravilhosa.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo