segunda-feira, 1 de abril de 2013

(Re)Madrid

Se há coisa que me faz falta são os nossos dias de passeio. Sozinhos. Sem confusão. Telefones. Computadores. Trabalho. Pessoas.

Faz-me falta passear de mão dada contigo, ver coisas novas e descansar em bancos de jardim.

Está quase. Está mesmo quase. É só sobreviver a tudo o que falta e está quase. Se o desejo fizesse o tempo andar mais depressa ...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo