terça-feira, 28 de maio de 2013

Wedding: a Quinta

Foi possivelmente a nossa escolha mais rápida, à semelhança do restaurante responsável pelo catering. A Quinta do Sanguinhal faz parte da minha vida praticamente desde sempre, uma vez que fica ao lado da vila onde morei desde miúda.

Para além disso, a família a quem pertence é, possivelmente, das melhores e mais amorosas que algum dia conhecerei. São amigos dos meus pais há muitos anos e temos com eles uma relação que não nos poderia fazer ir para outro sítio. Para além disto tudo, tínhamos a garantia de qualidade assegurada, algo que me preocupa nestas coisas. Portanto, e depois de consultar o noivo, a escolha foi rápida e assertiva: a receção e jantar seriam na Quinta do Sanguinhal, mesmo que ainda não tivéssemos decidido onde seria a cerimónia.

Outro elemento que pesou na nossa decisão foi o facto de a Quinta não ter uma tenda, mas sim um edifício-a-sério para a refeição. Não somos adeptos de tendas, que por norma são ou demasiado quentes ou demasiado frias e que implicam toda uma logística com a qual não gostaríamos de lidar. Acrescentem a isto um cenário totalmente campestre, em que só se vê verde, castanho e alguns pontilhados de cor - visto que já era Primavera - e tínhamos o cenário perfeito para o que queríamos: sentirmo-nos confortáveis, quase como se estivéssemos em nossa casa.

E foi praticamente isso que aconteceu. A receção foi servida no jardim das traseiras daquela casa que conheço tão bem, e à porta estavam algumas das pessoas que fizeram do nosso casamento uma festa tão bonita: a M., que fez uns arranjos lindos para as mesas e que tratou da logística toda; a A. que tratou de tudo - até daquilo que nos esquecemos - sempre com um sorriso nos lábios e uma boa disposição contagiante; e a Tia M. que nos deu a alegria da sua presença ao jantar. E apesar do ventinho que obviamente não podia deixar de se fazer sentir, o cenário não podia ter sido mais perfeito. tirámos fotografias no tanque, junto ao poço, nos jardins que antecedem as vinhas..de sonho! :)

A sala do jantar não destoou e estava exatamente como tínhamos imaginado: simples, campestre, acolhedora e quentinha...tudo aquilo de que gostamos e sem sequer termos tido que nos preocupar. Tudo foi tratado pelas pessoas que fazem da Quinta do Sanguinhal um sítio tão fantástico, porque se entregam e ajudam sem que tenhamos que nos preocupar com nada, como se a festa fosse deles.




Todos os direito reservados por Diogo Maurício

Todos os direitos reservados por Diogo Maurício





Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo