quarta-feira, 5 de junho de 2013

UNICEF

Depois de visitarmos a sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, saímos de lá com o coração apertado, a desejar muito poder ajudar o mundo ainda que na nossa pequenez. Nem de propósito, dois dias depois de regressarmos a Portugal, uma voluntária da UNICEF bate-me à porta e pergunta se não queremos ajudar com uma contribuição periódica para as crianças que UNICEF apoia.

Pois que queremos. Muito. Primeiro porque somos uns privilegiados por termos uma vida maravilhosa onde a fome e as doenças não têm lugar. Depois porque queremos mesmo contribuir para que toda a gente viva num mundo melhor. E se com 0,50€ por dia (e até podem ser 0,40€) consigo isso, então vamos lá!

Comecei a fazer contas à vida e era, literalmente, um café a menos nos meus dias. Por cada café que eu não beba (os tais 0,50€), o dinheiro vai para uma caixinha. No final do mês, vão 15€ para a UNICEF, directamente para ajudar a educação dos meninos que a não têm. Porque esta foi a campanha com que mais me identifiquei, a da educação! - Também há as da saúde (12€ por mês), da sub-nutrição (7€ por mês) e da vacinação (10€ por mês), por exemplo. Não custa nada e estamos literalmente a tratar de crianças que precisam de nós!

Com o nosso donativo,  o da educação, a "UNICEF pode fornecer um quadro (com duas faces) para 12 salas de aula, 24 apagadores, 1.200 paus de giz branco e 1.200 de cor". Os dados de 2007 mostram que 93 milhões de crianças em idade escolar não frequentavam a escola. Ora eu acredito piamente que pessoas com melhor educação são pessoas que fazem deste mundo um lugar muito melhor.

Pensem sobre o assunto, façam conta aos vossos cafés - descafeinados, chocolates, bolos ou o que seja - e vejam lá se não querem também contribuir para esta causa!:)

É só clicar aqui. Não custa nada!

1 comentário:

Ocorreu um erro neste dispositivo