sexta-feira, 23 de agosto de 2013

É como fazer amor...[n'A Farmácia de Serviço]

[...] Mas quando se fala de coisas importantes, somos nós: eu e ele. Como quando se faz amor. A dois. Somente a dois, num espaço longe de olhares e considerações alheias.[...]

Ler tudo aqui, que hoje vesti a bata de farmacêutica!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo