terça-feira, 6 de agosto de 2013

Enfarta-brutos

Eu gostava de ser aquele tipo de pessoa quw consegue fazer dieta. Que olha para a comida e que não sente uma fome avassaladora. Nem é por uma questão de peso - bendita genética da minha mãezinha - mas por uma questão de saúde. Gostava de conseguir não ceder ao desejo de jantar pão regional com queijo de Seia só porque me apetece. De evitar taças de Chocapic antes de ir para a cama. De não ter fome duas horas depois de ter comido uma taça cheia de cereais Nesquik e Cheerios.

Mas não sou. Eu sou o tipo de pessoa que acabou de comer um pão de Deus com fiambre e estou aqui a lutar comigo para não levantar o rabo e ir buscar outro para enfiar boca abaixo.

Ráspartam.

1 comentário:

  1. e qual é o mal? a vida é demasiado curta e se tens (espero que n leves a mal pela "intimidade") a sorte de não engordar, venha a comida que nos enche a alma, nos anima as papilas e a algumas menos afortunadas acaba nas ancas :)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo