sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Bêbados e furiosos

são pessoas - ou estados de espírito, se quisermos ser rigorosos - que, mais que os outros, devemos ouvir com muita atenção. E não tem a ver com a dita sabedoria de bêbado nem nada do género. É simplesmente porque são os momentos em que as pessoas dizem as mais verdadeiras frases.

Estão no estado mais puro e direto de raciocínio. Sem filtro, tempo nem discernimento para pensar e refletir na consequência do que lhes sairá da boca. Gostando-se ou não, são momentos de verdadeira honestidade.
Se vos disserem que vos gostam, acreditem; apesar de quem vos diz ser acanhado ou não expressar tanto no quotidiano. Nutram a amizade e a relação que têm com essa pessoa.
Se vos disserem que se estão a borrifar para vocês, ouçam também com atenção, porque não estarão certamente na lista de pessoas mais importantes nas vidas deles. E tenham noção de que muito facilmente a pessoa que julgavam ser-vos próxima, na realidade, não o é de todo. E ela no fundo já o sabe.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo