terça-feira, 10 de dezembro de 2013

verniz(es), verniz(es)!!





À semelhança do que acontece com sapatos – quinta-feira falamos sobre isso, eu e a Lénia – também começa a haver uma regra sobre vernizes (esmaltes) lá em casa.

O João já me pergunta, várias vezes, se são precisos mais, e a verdade é que se olharmos para as minhas duas prateleiras, a resposta é não. Mas a verdade é que as cores novas me deixam vidrada. De olhos a brilhar. E por mais que eu me esforce para não colocar mais frasquinhos lá em casa, a verdade é que tenho uns amigos absolutamente fantásticos e portanto, às vezes, como que por magia, estas prateleiras quase transbordam…

Esta semana voltei a receber um sms a dizer que havia mais um frasquinho de verniz guardado para mim. Um daqueles que eu adoro, com uma cor absolutamente maravilhosa...vou dizer que não?


Moral da história: hoje é noite de arranjar as mãos para dar uso a estes esmaltes todos, sob pena de ser expulsa de casa J

PS: Estou a brincar. O meu marido é a pessoa que mais gosta de ver umas unhas arranjadas do mundo. É o primeiro a escolher uma cor para eu usar e a pedir que arranje as mãos se começam a perder o brilho. Aliás, parte da culpa disto também é dele ;)
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo