sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

[a minha] Dieta

Ser amiga da Lénia tem um problema - ahah!, se fosse só um..!
Agora a sério. Ser amiga da Lénia tem um problema: a miúda anda a comer tão bem que eu começo a sentir-me pessimamente com o facto de não ter cuidado nenhum com o que como. E portanto, decidi há uns tempos que, depois da natação, era hora de começar a tratar também da comida: sem grandes dramas, cortar nos hidratos (o meu maior problema), nos fritos e nos disparates de final de dia (cereais, pizzas e afins).

Só que não resulta. Porque eu sou uma bruta e estou SEMPRE cheia de fome. A sério. Ainda ontem anotei tudo o que comi, porque tive especial cuidado, e estava a contar isto à Lénia porque realmente é inacreditável.

Por exemplo, comi bifes grelhados com esparguete ao almoço. Precedidos de sopa. E acompanhados de um prato imenso de salada. Moral da história: ao fim de hora e meia estava a morrer de fome. Decidi então comer uma laranja. Durou 40 minutos. Depois lanchei, como faço todos os dias. Fui para casa e às 20h00 estava a jantar: peito de frango no forno com arroz e salada. às 21h30 estava esganada de fome. Acabei, obviamente, a comer torradas e meias de leite antes de ir dormir, que eu não sou pessoa para dormir com fome!

E é isto, minha gente. Hoje já fiz três refeições e aposto que vou comer um bife ao almoço. A minha dieta é isto: comer muito. Sempre. Uma maçada.

A minha barriga está a ficar imensa. E eu estou a começar a ficar preocupada. É isto.

1 comentário:

  1. Sou igualinha! I-G-U-A-L, sem tirar nem pôr. E a fazer disparates como faço qualquer dia obrigam-me mesmo a fazer dieta (ou porque o colesterol vai estar nos píncaros ou por outro motivo qualquer do género) e nem quero pensar no quão dramático isso vai ser. Porque a mim nem o facto de a minha barriga estar a ficar imensa me demove. Mói-me o juizo (porque não me sinto bem com isso), mas não me faz mexer as pernas (e os braços, e os abdominais) ou fechar a boca. Uma chatice. Porque não só como muito porque passo a vida com fome, como também - e principalmente - gosto mesmo muito de comer comida a sério e da boa!

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo