terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Velha, velha, velha.

Não sou pessoa de grandes saídas à noite. Nunca fui - exceptuando, talvez, o ano que passei em São Paulo. Não sou. Não me faz grande sentido sair de casa estoirada, numa sexta-feira à noite, para ir dançar - eu nem sequer gosto muito de dançar. Não me faz sentido passaro Sábado numa discoteca ou num bar, até de madrugada, e acordar no Domingo estoirada. Porque o prazer que me dá não compensa o desconforto do dia seguinte.

Às vezes gostava de gostar. As pessoas que gostam muito de sair à noite parecem sempre super descontraídas e contentes. Mas não gosto. Prefiro, claramente, beber um copo num bar e ir para casa. Cedo.

© 2013 Cardeli photography. All rights reserved.

Tal como gosto de acordar cedo e ficar enrolada, durante uma hora, no sofá, ao fim-de-semana. E sim, gosto de acordar cedo mesmo que não seja para sair de casa. Gosto de acordar cedo para ler, para ver uma série, um filme..para fazer aquilo para o que não tenho tempo ou disposição durante a semana. Talvez por isso não goste de me deitar tarde - porque nunca consigo dormir até às tantas. E eu preciso de dormir.

As minhas amigas chamam-me velha. E se calhar sou. Mas sinceramente? Já me preocupei mais com isso. A idade trouxe-me uma coisa fantástica chamada serenidade e a capacidade de ouvir o que o meu corpo pede e o que eu quero! E isso signfica que deixei de fazer alguns fretes para deixar as pessoas contentes.

Adoro ir jantar, beber umas cervejas e acabar a noite no Viking com a malta da comunicação. Adoro!! Acabo sempre agarrada à barriga a rir-me loucamente. Mas não quero isso todas as semanas. Nem todos os meses. Não me apetece...

Adoro ir jantar com as minhas amigas e até ir dar um pezinho de dança. Porque elas gostam e gostam que eu vá. E eu divirto-me, obviamente!

Mas também não quero isso todas as semanas. Nem todos os meses. Para mim, ia jantar e depois ia-me embora. Porque acho que deve ser muito triste olhar para as pessoas e não conseguir mostrar-me tão contente quanto elas, que gostam realmente daquilo. E porque realmente não me descontrai...bem pelo contrário.

E isto não quer dizer que não goste das pessoas. Nem que não goste de conviver. Mas para mim as saídas são de comemoração: serei a pessoa mais contente se uma saída à noite for para celebrar algo. Para uma festa. Agora, sair por sair. Sair porque é 'sexta-feira' não me faz sentido...

E eu adoro divertir-me e estar com pessoas. Só não gosto da mesma forma. E se antes me era difícil assumir isto, agora é o que é: não-me-apetece.  E sim, se me perguntarem, eu prefiro mesmo ficar em casa a ver um filme ao invés de ir dançar até de manhã. Desculpem, pessoas jovens deste mundo! :)

3 comentários:

  1. e agora algo que não tem nada a ver! Já falou varias vezes do seu cabeleireiro...posso pedir-lhe o contacto para experimentar?

    ResponderEliminar
  2. ...foi má educação não fazer um comentário decente ao seu texto. isso não faz de si velha! Sabia que muitos de nós fazemos coisas que não gostamos ou dizemos gostar delas quando não gostamos só porque a grande maioria o faz? Não faz de si velha não gostar de sair à noite. Eu, por exemplo, adoro sair à noite mas ODEIO o ritual do sair à noite: jantar fora, ir para o bairro beber em pé e ir po lux ou pa rua cor de rosa; sempre o mesmo ritual. eu sou mais pessoa de dançar, dançar num sitio giro e sem encontrões, beber bebidas brancas em copos giros e que estejam de acordo com o que pagamos por elas e o melhor de tudo rir a noite toda. Se não tiver isto para que sair do meu quentinho ou fresquinho?

    ResponderEliminar
  3. Olá Anónimo!, pode, claro :) Aí vão:

    Nuno de Oliveira
    Av. Casal Ribeiro, 42
    211 913 220
    918 730 309

    Espero que goste :)

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo