terça-feira, 11 de março de 2014

Ser feliz em seis passos

Grande parte das pessoas acham que é preciso uma ginástica imensa para ser feliz. Não é. É, na verdade, muito mais simples do que parece. Estudos garantem que são precisos apenas seis passos - e eu cá concordo plenamente com isto:


1. Relações sociais - diz que este é o principal ponto em comum que têm as pessoas mais felizes: boas e fortes relações sociais. Isto quer dizer estar com os amigos, com aqueles de quem se gosta, para que não nos arrependamos de ter passado pouco tempo com eles, quando o não pudermos fazer.

2. Fazer mais e não menos - quem tem uma vida agitada (I KNEW IT!!) é mais feliz. Basicamente porque não tem tempo para pensar na infelicidade. E em coisas parvas. Portanto, quando vêem pessoas que não param quietas, saibam que elas estão, simplesmente, a ser felizes.


3. Não ficar num trabalho que detestamos - Palavras para quê? :)


4. Agende a sua felicidade - Ou seja, ter objectivos, fazer planos que nos levem a concretizá-los e fazer, efectivamente, em vez de ficar apenas a sonhar com eles. A felicidade não aparece sem que trabalhemos para ela. Com um plano concreto ela é muito mais fácil de atingir.


5. A felicidade não é tudo - Isto quer dizer que não nos devemos focar no 'ser feliz' sem saber o que isso significa. Ser feliz é muito mais do que um bom momento. Por isso, requer esforço e dedicação. E não pode estar sempre na nossa mente: 'quero ser feliz, quero ser feliz'. Vou ser feliz, e se me for realizando, essa felicidade acontece sem que eu dê conta. Plim.


6. Dê mas não até doer - Dar, dar, dar. O altruísmo é apontado como uma das principais características das pessoas felizes. Mas o segredo está, também, em saber parar de dar, quando a dádiva não é reconhecida ou é 'usada'. Saber dar e saber parar de dar são dois dons. A usar em equilíbrio.


O artigo completo sobre isto está na Time. Leiam e sejam felizes. É mega fácil. A sério :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo