terça-feira, 20 de maio de 2014

Do interesse.

Todas as relações que desenvolvemos são, intrinsecamente, egoístas e interesseiras. O que é natural. Eu sou amiga de alguém porque a pessoa me faz sentir bem. Eu apaixono-me, amo alguém, porque a pessoa me faz ser melhor. Eu dou-me com as pessoas porque me inspiram, me alegram, me chamam à razão, me orientam...por alguma destas razões ou por todas elas. Em suma, porque trazem bem à minha vida. É claro que é bom que seja recíproco, e é claro que nos esforçamos sempre para fazermos sentir à pessoa em questão a mesma coisa que ela nos faz sentir a nós. Eu gosto de ser útil aos meus amigos, no sentido em que eles me são úteis: quero que se sintam bem, quero mostrar que gosto deles, quero que a minha vida na deles faça sentido...

Aquilo que me faz confusão - e cada vez mais, porque parece que se multiplicam à minha volta - são as relações que aparecem POR interesse. As pessoas que se juntam e se chamam amigas porque uma delas lhe dá jeito. Porque os contactos, a vida, a forma de ser, lhes pode ser vantajosa em algum momento. E quando alguma dessas premissas desaparece, as pessoas pura e simplesmente desaparecem com ela, e aquela amizade afinal não era coisa alguma, porque baseada em interesses que pouco tinham a ver com o coração mas sim com o que se podia retirar dali.

E isso custa-me. Quando olho à volta, quando sinto, quando vejo, dói-me. Porque nós não podemos ser assim tão insensíveis uns para os outros. Porque não quero acreditar que as pessoas fingem coisas que não sentem para se aproveitarem de algo que outra pessoa pode ter para lhes dar. Não é preferível assumir quando se pretende algo e dizer: "Olha, realmente aquilo que tens pode ajudar-me. Achas que podemos trabalhar com base nisso?" ? Não é preferível sempre a verdade à mentira? A mim custar-me-ia menos.








2 comentários:

  1. Tão na mouche...!! (Olha, eu ao menos não te sirvo para nada, portanto sei que isto é amooooooorrrr.. !!)

    ResponderEliminar
  2. Exacto. Identifico-me completamente com i que acabei de ler. Obrigado

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo