terça-feira, 27 de maio de 2014

O RIR deu cocó. Literalmente. Cocó.

No Domingo fui ver Mr.Showman ao RiR. As minhas irmãs fizeram uma 'intervention' e lá fomos nós num programa fraternal como não acontecia há anos! Foi um mega concerto, fartámo-nos de dançar e de gritar e divertimo-nos à brava. Os problemas começaram no final do concerto. E vou escrever por pontos:

23h30 - Casas de Banho do recinto TODAS entupidas e SEM água. Havia, literalmente, cocós a boiar nas sanitas;

23h40 - Dirijo-me às informações e digo que preciso de uma solução: "Aaaaah, talvez nas do outro lado do recinto. Há pessoas a dizer que ainda há água..."

"Errrr..Eu não vou para o outro lado do recinto à procura de uma casa de banho que pode não funcionar.."
"Pois, então não sei..."
"Chame o responsável, por favor!"

Eles chamaram. E apareceu-me uma miúda de 20 anos, se tanto! Repeti a história e disse que queria uma casa de banho que pudesse usar. "Ah, não há mais.." Respirei fundo três vezes e disse: "Resolva-me o problema!". A miúda foi às instalações da produção, voltou e disse, com ar trinufante: "Olhe, pode usar ali as casas de banho da imprensa". Estranhei, mas segui-a. Até perceber que me estava a mandar para os mesmos WC onde eu tinha estado. "Não entro aí. Estão cocós a boiar na sanita". Ela olha para mim e diz: "Pois, eu sei, mas não há mesmo outras". "Não? Onde é que a senhora vai à casa de banho?" "Ah, vou à produção mas não a posso levar lá". Respirei fundo novamente. "Quero falar com a pessoa a quem responde, sff. Não é nada contra si, mas claramente não consguimos resolver isto".

Nesta altura era praticamente meia noite, eu tinha a bexiga a rebentar e começava a ficar muito irritada. E eis que a pequena surge novamente, a tremer da cabeça aos pés para me dizer que "nenhum dos responsáveis a pode receber. Estão todos em reunião". Juro que não entrei pela produção adentro porque tinha a bexiga demasiado cheia. Mas apeteceu-me bater-lhes. Ao invés disso pedi o livro de reclamações. Porque:

1. Acho inadmissível que um festival como o RIR tenha os WC entupidos as 23h30 do primeiro dia de espetáculo;

2. Acho inadmissível que a organização atire uma miúda de 20 anos para dar a cara em frente ao público;

3. Acho de uma arrogância tremenda não se darem ao trabalho, sequer, de inventar uma melhor desculpa para não terem vindo falar comigo. "Em reunião". A sério? Até eu peço para dizerem isso quando não quero atender um telefone.

4. Acho que ter um espetáculo cheio de voluntários que não sabem responder a perguntas simples como "há MB dentro do recinto?" demonstra bem a falta de respeito para com o público;

5. Percebo agora porque o RIR ainda não se expandiu para um país como os EUA*, onde numa situação destas teriam vindo três pessoas pedir-me desculpas, oferecer-me transporte para casa e obviamente, deixar-me usar a casa de banho deles.

Uma pena que o um espetáculo com 10 anos como este tenha tanta desconsideração pelas pessoas que o enchem. Uma pena que a organização dê entrevistas entre sorrisos e revelações de que tem pistas de atletismo para os Rolling Stones, mas se esconda na hora de dar a cara pelos problemas. Uma pena que um festival que se orgulha de ser o maior do País viva de voluntários, WC entupidas, miúdos com vontade de serem aceites e organizadores cobardes. Para além de incompetentes.

Uma pena.

Adenda:
*Acabei de saber que para o ano o RIR chega aos EUA. Pagava para ver se tratam os americanos da mesma forma! Por acaso tenho muita, muita curiosidade de saber como se vão portar! Pode ser que pelo menos aprendam algo para importar :)



4 comentários:

  1. Não percebo é cm é que foste a única bexiga cheia a preencher o livro de reclamações.... Mais ninguém tinha bexiga? Nunca fui ao RiR mas a curiosidade é forte: É o primeiro ano que isto acontece? Porquê? Há menos wc's que nos anos anteriores? Houve mais gente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei, Erica. Acho que as pessoas não estão para se ralar, sinceramente. E muitas usaram as casas de banho, mesmo entupidas. Não me lembro de ter acontecido noutros anos e garantidamente não houve mais gente do que noutras alturas. Não sei o que se passou. Sei que a organização não merece, sequer, esse titulo...

      Eliminar
  2. acho que este deve ser o principal drama de ir a festivais... estiveste bem! é pena que não haja mais pessoas a fazer reclamações tambem.
    e pelo preço que cobram por bilhete as condições básicas deveriam ser asseguradas...

    ResponderEliminar
  3. Se o cócó boiava é porque havia agua....

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo