quarta-feira, 25 de junho de 2014

Eu acredito. Todos os dias.

Todos os dias, sem falhar - a menos por razões de elevada importância - faço aquele caminho com uma pequenina expectativa no coração. Apesar de a grande maioria das pessoa já não ligar nenhuma a este ritual, para mim continua a ser imprescindível.

Claro que há formas mais rápidas e eficazes de comunicar. Mas não há email ou mensagem ou telefonema que substitua o correio físico. Não há missiva que aqueça o coração como as que ainda chegam dentro de um envelope, destinatário escrito à mão, a letra do remetente a roubar espaço ao papel que dobrado nos traz as boas novas.

Ir todos os dias à caixa do correio é acreditar que ainda há quem goste de escrever e de ler cartas a sério. Postais a sério - quão boa é a sensação de abrir a caixa de correio e encontrar um postal de outro lugar qualquer assinado por alguém que nos é querido?

Podemos chorar em cima de uma carta, levá-la connosco para a cama, guarda-la num lugar especial. Fazemos isso com um email?...
E podemos!, acima de tudo, ser surpreendidos todos os dias, quando abrimos aquela caixa de correio e no meio das inevitáveis contas encontramos algo que nos aquece o coração.

Porque tudo isto se está a perder, temos feito o nosso sobrinho ganhar o hábito deste ritual: sempre que os tios estão fora é muito provável que ele precise de ver o correio todos os dias. Há sempre um postal da cidade/país onde estamos que segue direto para casa dele.

Gostava que ele crescesse na certeza de que ainda há surpresas. De que nem tudo se resume a computadores e telefones. Gostava que ele soubesse que há quem gaste tempo a escolher o melhor postal, a escrevê-lo e a envia-lo com o maior dos carinhos. Gostava que ele guardasse tudo numa caixa que não pode ser apagada por um vírus ou pelo simples esquecimento.

E gostava, agora, que ja fosse noite para poder ir para casa a correr ver se há correio. [geralmente não há. Mas enquanto acreditar tudo é possível. Verdade?]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo