domingo, 29 de junho de 2014

Gratitude

Eu sou bruta. Às vezes sem me aperceber, outras apercebendo-me sem conseguir controlar, eu sou uma pessoa bruta, por natureza. Que não consegue baixar as defesas, tantas vezes, e que ataca mais vezes do que devia.

Estou melhor, ainda assim. É um trabalho contínuo, diário, de respirar fundo, de tentar ter serenidade e de, sobretudo, conseguir calar antes de pensar no que dizer - falar antes de pensar é um dos problemas com que me debato todos dias.

Ser bruta, porém, permite-me também enfrentar a vida de forma diferente. Não quer o dizer que sofra menos com os embates - we don't - mas creio apenas que lhes crio uma resistência diferente. E depois de uns quantos, a cabeça ergue-se novamente e seguimos caminho. "Porque é assim". Sem gastarmos tempo em lamentos ou em arranjar explicações diversas. E não digo que isto é bom. Digo que é diferente - às vezes é bom porque nos faz ser mais efectivos. Muitas vezes é mau porque ser assim afasta as pessoas e obriga-nos a fazer parte do caminho - a parte que a isso obriga, muitas vezes - on our own. E não faz mal. Porque deixarmos de ser assim, de defesas sempre em cima, cepticismo no coração e desconfiança no olhar é também parte de um processo pessoal que leva o seu tempo. E que felizmente conta com a ajuda dos que nos são queridos - e não se afastam de nós mesmo quando atiramos pedras sem razão aparente, tentando apenas que entendamos por que o fazemos e que o corrijamos.

Eu sei que afasto pessoas. E sei também a gratidão que nunca deixarei de ter por aquelas que não se afastam. Que me ajudam todos os dias neste caminho. Que ficam porque, afinal, por baixo desta capa tonta de pessoa que se quer afirmar de uma forma ou de outra, encontram algo que lhes faz sentido. E isso enche o meu coração de alegria e de gratidão. E faz-me tanto e ainda mais querer ser melhor....

Esta noite sonhei com grande parte dos meus amigos. Não sei a razão - tenho umas desconfianças - mas todos eles, os que ficaram, alguns do que se afastaram mas que eu gostaria tanto de ter perto me apareceram num sonho de um sono agitado.

Por isso, hoje, a minha gratidão e os meus pedidos de Graças estão com eles. Por não deixarem de acreditar. E por me fazerem uma pessoa melhor.

1 comentário:

  1. Não te esqueças de os fazer, a todos, aos novos e aos antigos, aos que foram e aos que ficaram, saber que estão nas tuas preces, nos teus agradecimentos e no teu coração.

    Beijinho

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo