terça-feira, 26 de agosto de 2014

Primeiro mundo wannabe

Cada vez me convenço mais de que o desenvolvimento de um pais não se mede apenas pela riqueza, estatutos vários ou pelos fantásticos índices de cumprimento de direitos humanos. Mede-se, e muito, pela educação.

Hoje, enquanto subia as escadas de uma estação de metro, tropecei e caí. Não me magoei, não aconteceu nada. Mas não houve uma pessoa a perguntar se eu precisava de algo. Na verdade!, a única coisa que ainda ouvi foi um piropo.

E senti-me verdadeiramente triste por viver num país assim.

1 comentário:

  1. mau, mau é ser assaltada no metro com todas as pessoas a verem e ninguém ajudar.. felizmente recuperei a carteiras mas fiquei a sentir-me pior por ninguém me ter ajudado do que por ter sido assaltada..

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo