quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Da podridão

Há uns meses escrevi este texto. Continuo a pensar exatamente como quando o escrevi: que são poucas as pessoas que gostam de nós sem ser por um interesse puramente pessoal. No outro dia, a Erica escreveu este texto. Sobre como as pessoas vivem vidas que não são reais, como mentem, enganam, como gostam de fingir algo que não são. Como não se importam de passar por cima de tudo e de todos para chegar onde acham que querem. Que fazem com que a podridão se alastre por onde quer que passem.

Reli estes dois textos hoje. E a única frase que me saltou sempre à lembrança foi: que bom que realmente eu acredito em que o que 'goes around comes around'.

Um dia, cada pessoa colherá somente aquilo que plantou. Mesmo que lhe pareça que por agora vai continuar a colher tudo o que outros semearam.


2 comentários:

  1. Obrigado.Não me conheces assim tao bem... para entender o quão adequadas estas palavras todas são a uma infelizmente grande parte da minha vida que não conheceste. Ler isto tudo fez e me relembrar o porquê da tua irmã ter sido (e ser) tao importante na minha vida. Obrigado, querida.

    ResponderEliminar
  2. Encontrei este blog, por mero acaso. E por curiosidade acabei por ler todos os textos.
    Concordo plenamente convosco, e acho que cada vez mais temos pessoas assim neste mundo.
    As pessoas sentem necessidade de mostrar ao mundo, não aquilo que são, mas sim aquilo que gostariam de ser.
    E cada vez mais materialistas, sem olhar a meios para atingir os fins. Nem que para isso se tenham que se aproximar de ti, para alcançarem o que pretendem e logo de seguida espetarem a faquita nas costas. Mas com os anos, vamos caindo e aprendendo a viver com este tipo de situações e de gente.
    O que me dá mais gozo fazer com este tipo de gente, é simplesmente, olhá-los nos olhos, e acreditem que eles se apercebem, que afinal não passam de uns fracos e de uns tristes e que estão perante de alguém genuíno e feliz.
    Meninos, por favor, sejam humildes mas felizes. Com o melhor que poderemos ter na vida: Saúde, Família (só da boa) e Amigos (os puros), tudo o resto, são pormenores.
    Obrigada.

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo