quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Respira. Fundo.

Respirar fundo. Não te irritares com o que não controlas. A vida é assim mesma, feita de pessoas diferentes, de ritmos diferentes. Eu sou uma apressada. Para mim é sempre tudo para ontem, para anteontem. Ainda estou a pensar no assunto e já estou a fazer coisas sobre elas.

Eu sei que nem toda a gente é assim. Sei que toda a gente tem o seu tempo, e que não vale a pena eu achar que as pessoas estão a ser lentas, porque isso não resolve. E este tem sido o meu exercício de vida. Diário. Quase de hora a hora. "As pessoas não têm que responder à velocidade que responderias. Não têm que fazer as coisas ao teu ritmo. Não têm que ter essa energia toda todos os dias, todo o dia. As pessoas não fazem quinhentas coisas ao mesmo tempo".

Repetir isto várias vezes enquanto tento acalmar o coração - que explode de irritação às vezes. E não é com as pessoas. É comigo. Por não conseguir assimilar que por muito que eu queria o mundo não se move à mesma velocidade que eu.

Aprender a respirar. A parar - e eu já paro. Mesmo! Aprender a ouvir, a esperar.

Este é o meu objectivo de médio prazo. Aprender a respirar. E a não me aborrecer por tudo à minha volta não andar ao meu ritmo.

Respirar. Fundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo