terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Moçambique 2014. E 2015

Eu nunca tinha ido a África. Por alguma razão nunca me tinha cativado - nem aqueles destinos tipo Cabo Verde ou Marrocos - e portanto nunca tinha alocado recursos a destinos naquele continente. No entanto, consigo perceber agora o que  dizem sobre aquele continente: quem vai lá não esquece e não encontra igual.

Mesa de Natal tropical. Mini árvore de Natal. Missa do Galo

As ruas. As cheias. As tendas dos mercados

Embora ache realmente difícil ver-me a viver numa cidade como Maputo - quando vivo noutro país não gosto de viver numa bolha. Gosto de viver como os locais. Frequentar os mesmo lugares. Viver, no fundo. Maputo não me pareceu permitir isso. Há lugares incríveis, restaurantes maravilhosos, vistas soberbas. Mas são vedadas a quem não tenha balúrdios para gastar e sobretudo, muitos (e não estou a falar de lugares VIP ou hotéis de cinco estrelas) têm na porta um papel que me causa náuseas: "Reservado direito de admissão".

Para além disso, e correndo o risco de estar a ser tremendamente injusta para muitos portugueses amorosos que vivem atualmente em Moçambique - tenho aliás, vários amigos que lá vivem e que sei que não fazem aprte deste grupo -, fiquei chocada com a atitude snob de alguns com quem me fui cruzando.

A sensação de que acham que mandam, que são superiores. A forma como tratam os moçambicanos, a forma como gostam de mostrar o que têm e o que podem fazer com isso. A forma como empinam o nariz e se acham donos de um país que não é seu...Incomodou-me, verdadeiramente.

Mas adiante. Foi uma experiência incrível, uma viagem de que nunca me vou esquecer e que, na verdade, adorava poder repetir no final de cada ano. A passagem de ano foi giríssima e com calor. É mesmo uma viagem que recomendo a quem a possa fazer. O Índico é o melhor de sempre e as praias, o marisco, as pessoas..well! :)

Room with a view. E o paraíso

Um calor dos ananases!

Sair da zona de conforto, sair dos países que nos são habituais parece-me cada vez mais interessante. É um abrir de horizontes maravilhoso.



1 comentário:

Ocorreu um erro neste dispositivo