quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Agradecer, novamente

Água fria. Carro parado. Um humor de cão. Muito muito muito trabalho. Dos dois lados. Horários absolutamente loucos, com muito tempo incontactáveis, com muito que fazer e com pouca margem para resolver problemas. Que tiveram que ser resolvidos. E foram.


Obrigada, D.

Respirar fundo. Inspirar. Parar. Expirar - a A. manda e nós fazemos. Encomendar álcool para o fim de semana (ahah) e agradecer aquelas flores que nos chegaram às mãos da proveniência mais inesperada. Flores que são o ponto bom no meio de um dia horrível. As mesmas flores que vieram acompanhadas da nova vida que finalmente conhecemos e que já está de partida para terras de calor. As duas coisas que fizeram o dia ser bom, no final.

[Isso e o sushi comido no chão da sala, em família, já na perspetiva de um banho quente, afinal]

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo