sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Childfree #2

Há dois anos, sensivelmente, escrevi aqui sobre o fenómeno que estava a chegar um pouco a todo o mundo.
Este ano decidi ir eu mesma à procura das mulheres portuguesas que não se importavam de falar sobre a sua opção. Não foi fácil - as pessoas bem tentam dizer que não é um assunto tabu mas isso é tão verdade quanto eu saber fazer arraiolos. Houve as que não quiseram falar, as que falaram mas não quiseram fotografias, as que nem sequer me responderam.

Mas houve também as que aceitaram assumir publicamente uma posição que já é a de 8% da população portuguesa em idade fértil. . Portanto, parece que é hora de falar sobre isto, sem grandes moralismos, críticas ou opiniões. Falar, só, e perceber o que está a mudar nos portugueses.

A reportagem é da semana passada mas lembrei-me de que há aqui muita gente que leu o que escrevi em 2013 sobre os trabalhos feitos, na altura, no Brasil e nos EUA. Portanto, é ler tudo aqui, pequenas microalgas:)

Que isto dos filhos é coisa séria e é preciso saber como estamos a evoluír :)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo