segunda-feira, 2 de março de 2015

Counting down -27

Abril 2014
Acordar e negociar com os lençóis. Deixar a piscina para amanhã - sem negociação. Abrir os olhos depois de nove revigorantes [e muito necessárias] horas de sono e pensar no dia. Sair de casa com tudo a horas. Resolver o primeiro imprevisto do dia. Resmungar até ao primeiro encontro.

A meio da entrevista!, perceber que é isto. É realmente isto. Perceber que crescemos tanto nos últimos tempos. Que somos felizes.

Sair com um mimo debaixo do braço e a felicidade de uma vida cheia. Aos quase 30 podia ter muito mais. Mas dificilmente me sairia um sorriso rasgado. Aos quase 30 saber que temos percorrido o caminho certo. Devagarinho.

Antecipar o almoço que com a amiga-madrinha-transatlântica-que-voltou e sorrir de novo.

E agradecer. Só mais uma vez. E outra. E outra.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo