quinta-feira, 9 de abril de 2015

Um cão negro

Já aqui escrevi sobre o assunto, na primeira pessoa. Podia escrever uma segunda vez, porque voltei a passar por ela. No entanto, mais do que contar histórias, importa ver os sinais, olhar para quem nos rodeia e não optar pelo caminho mais fácil: o de nos afastarmos de quem só tem para nós palavras feias, azedume e pedras na mão que na verdade nos não são dirigidas. Porque é nessa altura que mais precisamos dos nossos amigos: quando não se vê mais nada a não ser escuridão, dor e sofrimento. É aí que os amigos são a luz e a coragem que nos desafia, que nos alegra, que nos move.

Para quem tem dificuldade em perceber como é que uma depressão acontece e como se manifesta, este vídeo da Organização Mundial da Saúde é uma ajuda preciosa. E diz de uma forma tão simples como se pode prevenir e lutar contra algo tão complexo.

Não ignorem. Não fujam. Não escolham o caminho mais fácil. Sejam presentes. Podem estar a salvar vidas. Verdadeiramente.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo