segunda-feira, 14 de março de 2016

T -14

No ano passado fiz um mega diário em modo de counting down para os 30. Só agora me lembrei disso, e fui ler o que escrevi mais ou menos nesta altura, e que hoje republico. Porque na verdade, não mudava coisa alguma daquilo que escrevi há um ano. Talvez possa acrescentar uma coisa ou outra, mas o essencial mantém-se: sou uma pessoa da Primavera; adoro fazer aniversário; odeio não poder descansar nessa altura; quero voltar a calçar sabrinas e quero muito voltar a ter sardas no nariz. Esta Primavera tem tudo para ser ainda mais desejada, que o Inverno não tem sido meigo para nós. Por isso, vem, querida Primavera. E que a minha vida seja um verdadeiro 31! Estou a contar com isso! :)

"A Primavera ainda não chegou, oficialmente, mas começa a dar um ar da sua graça. Já nos apetece andar fora de casa, de antenas espetadas ao sol, a tentar armazenar toda a vitamina D que pudermos, para fazermos frente aos dias menos solarengos que, de certeza, ainda estão por vir. Já se iniciou a época das ameijoas - uuhuuhh - das imperiais ao sol, das tardes com amigos, assim o trabalho o permitam.

A chegada da Primavera antecipa a chegada dos 30  - sim, este mês só dá níver aqui no blogue. Sorry - e antecipa algum descanso, thank God [e thank John, a bem da verdade;)]. Eu sou uma pessoa da Primavera. Sobrevivo ao Inverno, até gosto do frio, mas é o sol que me faz feliz. Acho que o facto de ter odiado viver em Bruxelas e adorado viver no Brasil me deveria ter dado algumas dicas sobre esta minha preferência. Adoro andar descalça, adoro andar de t-shirt, adoro andar de cabelo apanhado. Adoro que me nasçam sardas com a vinda do sol e que as janelas de casa estejam abertas para receber a luz e o calor que o Inverno nunca traz.

Adoro ver o sol a pôr-se com aquela luz incrível, e trocar conversas ocas durante esse tempo. Adoro ter vontade de rir, de gargalhar à beira-mar, à beira-rio, à beira-água. Adoro o calor que ainda não é insuprotável e as peles que começam a tisnar, aos poucos. Adoro acordar com um salto porque agora o sol brilha lá fora e os casacões podem começar a ir para limpar. Porque agora posso começar a sair de casa com o cabelo molhado e sabrinas nos pés.


Adoro fazer aniversário no mês da Primavera. Acho, sinceramente, que sou mais feliz por isso. Que me apetece animar as pessoas, no geral, porque sou filha da Primavera. Atrasei-me a nascer e agora sei porquê: seria tão mais triste se tivesse nascido no Inverno. Primavera, tempo de renovação. Primavera das novas vidas: das flores, das aves, das plantas. Primavera da felicidade e dos sorrisos abertos.  Primavera da gratidão pelo Inverno que já passou e pelo Verão que se aproxima. Primavera do coração disponível para agradecer e receber, todos os dias, mais." (texto publicado originalmente no dia 15.03.2015)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo