quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

2017, please be good

O ano de 2016 foi do demónio - tirando o nascimento da miúda, que consegue, em grande medida, fazer tudo valer a pena. Podia começar a enumerar tudo o que não correu bem, mas seria penoso, desnecessário e acima de tudo muito trabalhoso.

Ainda assim, acabou da melhor forma, com quem importa, e na certeza de que os nossos problemas são ridículos olhando para o grande esquema das coisas.

Resta, portanto, pedir a 2017 que seja bom para nós. Que saibamos escolher as batalhas certas. Que saibamos manter por perto quem realmente importa. Que saibamos escolher o amor. Que saibamos continuar a sorrir mesmo quando precisámos de chorar. Que saibamos dar mais, dar-nos mais. Que saibamos ser bons.

"Se não nós, quem. Se não agora, quando?"

Happy 2017, you all!

1 comentário:

  1. Feliz 2017 e que continuem a crescer e a educar a baby C com os vossos exemplos...
    Bj

    ResponderEliminar

Ocorreu um erro neste dispositivo